Oslo: Jovens e o Combate à Violência Extremista

A Dínamo, convidada pela Embaixada da Noruega em Portugal, esteve presente na conferência “Youth Aganist Violent Extremism” em Oslo, na Noruega em Junho. Antes de irmos recolhemos contributos com o líder comunitário Mamadu Bah, da Tapada das Mercês, bem como com o Prof. José Manuel Anes, que contribuíram para a nossa reflexão critica sobre o tópico, a eles o nosso obrigado. Este encontro contou com a presença cerca de 200 dirigentes juvenis, organizações, youth workers, agentes culturais, entre outros e representantes governamentais de vários países da Europa e não só. A Dínamo esteve representada pela Susana e o Marco, direcção e equipa respectivamente.

 
 
 

O principal objetivo da Youth Against Violent Extremism  foi a produção de contributos para a conferência “The European Conference on Countering Violent Extremism” que se realizou no dia seguinte e que contou com a presença de diversos governantes europeus ao mais alto nível. Este encontro permitiu à sociedade civil reflectir e identificar problemas, partilhar boas práticas e pensar em soluções, bem como colocar estes contributos e assuntos na agenda política dos líderes Europeus! É cada vez mais premente esta abordagem dos dirigentes políticos em direcção de um trabalho em estreita cooperação com os agentes/organizações locais, pois estes possuem uma capacidade efectiva de intervenção, ou de operacionalizar os recursos de forma mais directa dando resposta aos problemas enfrentados a nível local pelas comunidades.

Existiu também um grande foco nas questões identitárias, de que forma as nossas sociedades estão a contribuir para a construção do individuo em todas as suas vertentes. Uma das abordagens, em especial pelos participantes do Reino Unido, colocou também em destaque o papel dos media, que pode contribuir para alimentar os preconceitos e estereótipos. O encontro teve também como convidados o Facebook e o Twitter, que contribuíram com alguns exemplos de casos de sucesso nas suas redes neste combate contra o extremismo violento. À parte das apresentações, e workshops podemos ter relatos na primeira pessoa de grande impacto, pessoas ligadas aos conflitos na Irlanda do Norte, ex-radicais, ex-supremacistas que hoje muito contribuem na ajudam à prevenção e no combate à violência extremista.

No encontro foi iniciada a Youth Civil Activism Network, dinamizada pelo Institute for Strategic Dialogue, da qual a Dínamo faz parte.

A conferência de dia 4 foi ainda uma excelente oportunidade para as organizações ali presentes expandirem a sua rede de network e ficarem a conhecer parceiros e projectos que trabalham na mesma área ou em áreas complementares às suas. Como por exemplo o projecto The Free Initiative, que pretende combater os movimentos de extrema direita na europa, ou o projecto Extreme Dialogue que pretende contribuir para um reduzir do apelo da ligação a movimentos de violência extremista.

Depois da conferência sobrou ainda tempo para conhecer e descobrir, em modo turbo, a encantadora e caríssima (para os bolsos dos portugueses!) cidade de Oslo, olhar para o seus rios, os parques, as belas esculturas nas ruas, e onde por essa altura era dia até perto da meia noite!